Regionalização do orçamento público, desigualdade de renda e de educação na cidade de São Paulo

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2022-02-24
Orientador(res)
Fernandes, Gustavo Andrey de A. L.
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

O presente artigo objetiva analisar como o gasto orçamentário referente à remuneração bruta anual dos servidores ativos da administração direta da Prefeitura do Município de São Paulo (PMSP) está disposta pelos distritos da capital paulista, e como se dá o diálogo desse indicador com as seguintes variáveis selecionadas: renda e educação. Foram utilizados dados da folha de pagamento dos servidores ativos da administração direta da PMSP, dados populacionais, dados sobre renda média familiar mensal e dados sobre o índice do Ideb 2019. Foram produzidos modelos estatísticos e cartográficos, com o intuito de facilitar a visualização das informações produzidas. Como resultado, é possível entender que a remuneração bruta anual dos servidores tem baixíssimo ou nulo impacto na renda média familiar mensal e baixo impacto nos índices do Ideb. Em contraponto, o investimento em educação está relativamente bem distribuído nos distritos com menor renda média familiar mensal.


Descrição
Área do Conhecimento