Competitidade brasileira nas exportações fase 2: estudo exploratório

Data
2008
Orientador(res)
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

O Brasil vem se beneficiando nos últimos anos da expansão do comércio mundial, como mostram os frequentes recordes obtidos pela balança comercial do país. Porém, se as taxas de crescimento das exportações continuarem aumentando no mesmo ritmo nos próximos anos, os diversos gargalos que impactam negativamente o processo exportador brasileiro podem se agravar ainda mais. Baseada em dados coletados de 258 empresas exportadoras brasileiras, a partir de questionário desenvolvido especificamente para tal fim, essa pesquisa exploratória identificou, quantificou e hierarquizou os principais gargalos que diminuem a competitividade das exportações brasileiras. Esses gargalos foram classificados em grupos macroeconômicos, mercadológicos, idiossincráticos, logísticos, burocráticos, legais, tributários, informacionais e institucionais. A pesquisa se diferencia de trabalhos anteriores por ter sido aplicada a um público diretamente envolvido com as atividades e dificuldades do processo de exportação – os profissionais de comércio exterior – e por considerar toda a gama de gargalos que afetam as exportações. Os estudos anteriores foram sempre focados em certos tipos de gargalos.


Descrição
Área do Conhecimento