Câmara Cascudo e Mário de Andrade: diálogos latino-americanos no modernismo brasileiro

Data
2023-03-30
Orientador(res)
Hollanda, Bernardo Borges Buarque de
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

O presente estudo apresenta uma leitura das categorias e demarcações sobre tópicos relacionados à nacionalidade e à identidade brasileiras nos primeiros contatos estabelecidos entre Câmara Cascudo e Mário de Andrade e entre esses dois intelectuais com escritores ibero-americanos. Em um contexto histórico de busca por uma formação nacional, o levantamento compreende como se deram essas trocas literárias entre intelectuais, que visão de América do Sul surge desses intercâmbios e como essas relações poderiam abrir um campo de pensamento que extrapolou o discurso nacionalista, estabelecendo aproximações regionais, em uma noção de unidade e semelhança ainda em formação no continente americano. Em diálogo com pesquisas que mapeiam essas redes de sociabilidades para além de fronteiras geográficas, em estudos individualizados dedicados aos dois escritores brasileiros, esta pesquisa conjuga Câmara Cascudo e Mário de Andrade em uma trama que envolve produções em diferentes formatos e meios: de correspondências trocadas a livros lançados, passando pela publicação de artigos em periódicos impressos. Como demonstrado, esses diálogos firmados sobretudo no decênio de 1920 expressam a urgência na superação do desconhecimento do outro, como veremos nas falas desses intelectuais, com esforços direcionados a uma fraternidade que passava por temas comuns, como o reconhecimento de origem e de problemas sociais, solidificando definições sobre o que seria e uniria a América Latina naquele período.


Descrição