Determinantes do público nos estádios de futebol brasileiros

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2022
Orientador(res)
Pessoa, João Paulo Cordeiro de Noronha
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

Neste trabalho estima-se uma equação de público presente para a primeira divisão Campeonato Brasileiro de Futebol utilizando os dados individuais das partidas entre 2015 e 2019. Para tal, utiliza-se variáveis tipicamente empregadas na estimação de equações de demanda, como preço e variáveis referentes à qualidade do produto, além de variáveis socioeconômicas. Aplica-se a estrutura de painel aos dados para estimar um modelo de regressão com efeitos fixos e assim controlar os efeitos de variáveis não observadas e/ou invariantes ao longo do tempo potencialmente correlacionadas às variáveis explanatórias. Para tratar da possível endogeneidade do variável preço, emprega-se o uso de variáveis instrumentais. Por fim, testa-se diferentes especificações para as variáveis explicativas, partindo da intuição que o futebol brasileiro é heterogêneo, resultado da heterogeneidade das condições econômicas, sociais e geográficas do país. No modelo com as especificações escolhidas (regressão de dados de painel com efeitos fixos e variável instrumental), a elasticidade preço encontrada foi negativa e menor que um em valor absoluto, indicando que os clubes brasileiros operam na parte inelástica da curva de demanda, isto é, maximizam outros fatores além do lucro em sua função objetivo. Ao mesmo tempo, mensura-se os efeitos de variáveis de desempenho esportivo e socioeconômico sobre o público presente nas partidas. Os principais resultados encontrados foram uma relação cúbica entre o público e a colocação do time no campeonato, com as primeiras posições sendo as maiores incentivadoras de público e as últimas as menos, indicando um baixo grau de “fidelidade” do torcedor brasileiro; uma relação também cúbica entre o número da rodada e o público, indicando um baixo interesse dos torcedores no início do campeonato e um alto interesse nas rodadas decisivas; uma relação quadrática entre o público e a renda per capita anual do município onde a partida ocorre, com as partidas de futebol sendo um bem inferior em municípios com baixa renda per capita, um bem normal em municípios com renda per capita intermediária e um bem de luxo para municípios com um PIB per capita elevado. Não foi encontrada relação significativa entre o público na partida e o fato de o jogo ser durante o final de semana.


Descrição
Área do Conhecimento