Impactos de políticas climáticas internacionais sobre a economia brasileira

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2012
Orientador(res)
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

O presente trabalho investiga os impactos sobre a economia brasileira advindos de políticas climáticas adotadas em países desenvolvidos. Utiliza-se um modelo dinâmico e multirregional de equilíbrio geral aplicado, com representação explícita de parâmetros que caracterizam as especificidades da economia brasileira. Os resultados indicam que o Brasil sofre impactos mínimos em PIB e bem-estar diante de políticas de restrição às emissões nos EUA e UE. Contudo, sob pressuposições de disponibilidade futura de tecnologias de biocombustíveis avançados, sem barreiras comerciais, livre de emissões, e capazes de substituir perfeitamente o petróleo refinado, o Brasil torna-se o principal produtor mundial, o que provoca forte desvio de recursos das demais atividades econômicas em direção à produção de biocombustíveis, além da deterioração dos termos de troca. Para os países desenvolvidos, entretanto, o desenvolvimento e possível comercialização de biocombustíveis de segunda geração são benéficos por desonerar as políticas climáticas e permitir acentuadas reduções nas emissões do setor de transportes.


Descrição
Área do Conhecimento