É preciso evitar o prematuro abandono de um teto para as despesas primárias