Petrobras como organização híbrida: como se posiciona a sociedade diante de lógicas institucionais distintas, o lucro e a função social.

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2022-12-14
Orientador(res)
Fontes Filho, Joaquim Rubens
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

A Petrobras é uma Sociedade de Economia Mista (SEM) que opera segundo duas lógicas institucionais distintas, mercado e social, caracterizando um modelo híbrido de atuação. Nesse contexto, o presente trabalho tem como objetivo investigar às percepções e reações dos cidadãos frente ao hibridismo da estatal e seus conflitos de atuação. Para esse estudo, foram coletados comentários dos leitores de reportagens publicadas em sites de jornais de grande acesso no Brasil, no período de janeiro/2020 a maio/2022, no total de 439 reportagens e 17.000 comentários. A técnica de pesquisa utilizada neste trabalho é a de análise de conteúdo, abordagem qualitativa, com o auxílio do software Atlas.ti, e por meio do processo de codificação indutiva. Os resultados da pesquisa evidenciaram uma polarização nas expectativas quanto à atuação da empresa, opondo defensores de um possível equilíbrio na atenção ao interesse privado e o interesse público, e aqueles que entendem uma impossibilidade e incompatibilidade da coexistência das lógicas de mercado e social, indicando a necessidade de priorizar o interesse público. Com o estudo, espera-se contribuir para o aumento dos níveis de pesquisa em torno da natureza híbrida das estatais, bem como para a compreensão dos dilemas decorrentes desse hibridismo, particularmente quando o porte e importância nacional da empresa amplia a lógica híbrida dual – entre função social e lucro – para uma lógica múltipla dos stakeholders.


Descrição