Gestão dos resíduos eletroeletrônicos na cidade de São Paulo: processos de remanufatura e desmanufatura em empresas recicladoras

Data
2021
Orientador(res)
Fernandes, Gustavo Andrey de A. L.
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

Por conta do Brasil se descatar entre os principais geradores de lixo eletroeletrônico no Planeta, a destinação eficaz desses materiais, no fim da vida útil, é umas das preocupações da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). A presente pesquisa investigou como ocorre a gestão dos resíduos eletroeletrônicos na cidade de São Paulo, sob a lente socioambiental e econômica, analisando os processos de remanufatura e desmanufatura, em algumas empresas recicladoras, fazendo uso de estudos de casos, utilizando entrevistas estruturadas e semiestruturadas, além da análise de fontes bibliográficas. O estudo mensurou as oportunidades de desenvolvimento de negócios sustentáveis, analisando a inclusão social, os cuidados com o meio ambiente e o reaproveitamento dessas sucatas, identificando nas empresas recicladoras, quais os fluxos relacionados à remanufatura e à desmanufatura, ao pensar nas pessoas, no meio ambiente, no planeta e nas oportunidades de gerar novos negócios, acarretando o fortalecimento do emprego e da renda. Os resultados ainda mostraram que entre os maiores problemas enfrentados, no descarte dos resíduos eletroeletrônicos na cidade de São Paulo, destacam-se: mão de obra desqualificada, ausência de local adequado para os processos de remanufatura e reciclagem, falta de interesse e prontidão para aprender a trabalhar com os descartes, dificuldade do acesso à tecnologia / maquinário específico, por ser um tanto quanto oneroso e, para alguns stakeholders, não há regularidade e volume considerável inerente aos descartes desses materiais, dificultando a comercialização. Os potenciais benefícios da gestão desses descartes são: redução da extração de recursos do meio ambiente (recursos virgens), mitigação da poluição do solo, da água e do ar, economia de água e energia, atenuação dos custos de produção, prolongamento da vida útil das reservas, melhoria da saúde da população, fortalecimento das cooperativas de reciclagem, geração de emprego e renda com a comercialização dos recicláveis e dos produtos os quais sofreram remanufatura, além da preservação da vida atual para oportunizar a existência das gerações futuras. Espera-se que este estudo possa contribuir para futuras pesquisas no campo da gestão dos resíduos, além de inspirar pesquisadores a continuarem investigando sobre o assunto.


Descrição
Área do Conhecimento