"Eu tinha uma certa liberdade": famílias, direitos e dispositivos de resistência de trabalhadoras domésticas de Nova Iguaçu - RJ

Data
2019-04-15
Orientador(res)
Ferreira, Letícia Carvalho de Mesquita
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

Nesta tese, em que apresento como objeto de estudo o trabalho doméstico remunerado, busco discutir os significados atrelados às representações do feminino a partir de narrativas de mulheres de grupos populares moradoras do município de Nova Iguaçu, Baixada Fluminense. Os objetivos do estudo foram refletir analiticamente em torno do estatuto da esfera doméstica, explorando dimensões do entendimento de trabalhadoras domésticas sobre família, experiência feminina e aprendizado doméstico, trabalho e direitos. O estudo, desenvolvido a partir de uma etnografia, utilizou, como estratégias metodológicas para o trabalho de campo, a observação participante e as entrevistas. O universo de pesquisa com o qual trabalhei foi composto por 60 mulheres oriundas de camadas populares, trabalhadoras domésticas remuneradas e moradoras do município de Nova Iguaçu. Para a realização das entrevistas, utilizei três caminhos diferentes: um curso de capacitação de Cuidador (a) de Idosos e Babá, oferecido pelo Centro Social São Vicente, dois Sindicatos de Trabalhadoras Domésticas e uma rede de mulheres, que constituí por meio da indicação das primeiras entrevistadas. Ao longo da discussão, exploro temas específicos como a relação do emprego doméstico com a escravidão, os avanços e as descontinuidades na legislação, a inserção e as contribuições de um novo campo de serviço, com a revisão de literatura sobre os estudos de care, e a relação das trabalhadoras domésticas entrevistadas com seus patrões e patroas, com o espaço doméstico e com outras gerações em suas famílias. Atravessando todos esses temas, abordo as formas de resistência dessas trabalhadoras, tanto em seus espaços de trabalho quanto no cotidiano dos sindicatos de trabalhadores domésticos, entendidos aqui como importantes espaços de luta da categoria. Em termos mais gerais, trata-se de uma tese de doutorado sobre a prática do trabalho doméstico remunerado em um país com um quadro de desigualdades sociais severas, que entende que as narrativas de empregadas domésticas iluminam importantes dimensões dessas desigualdades.


Descrição
Área do Conhecimento