Família, Família, negócios à parte? Os efeitos de diferentes modelos de gestão no desempenho de uma empresa familiar

Data
2021-06-30
Orientador(res)
Mansur, Juliana Arcoverde
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

Objetivo – Esse estudo pretende avaliar as percepções dos funcionários em relação aos diferentes estilos da gestão familiar e da gestão profissional e suas influencias em variáveis psicológicas, de atitudes e comportamentos. Metodologia – Foi feito um design experimental, realizado em campo, para investigar os objetivos do estudo, utilizando a ferramenta Qualtrics como instrumento de distribuição de pesquisa aos funcionários da organização investigada. Foram considerados 2 cenários de acordo com as duas formas de gestão atual, expostos aleatoriamente, e foram obtidas um total de 209 respostas validas. Resultados – Os resultados revelam que as variáveis confiança e segurança psicológica diferem significativamente de acordo com o tipo de gestão avaliado, e que de forma geral os funcionários sentem-se mais seguros e confiantes sob a liderança da gestão profissional. O estudo revela também que a confiança na gestão esta positivamente relacionada com os desempenhos dos funcionários e negativamente com a intenção de sair. Já a segurança psicológica tem efeito direto e positivo na satisfação. Limitações – A principal limitação da pesquisa, além de um viés metodológico da desejabilidade social, é que o estudo foi feito em uma única empresa familiar de uma atividade econômica especifica. Pesquisas futuras podem avaliar esses resultados em diferentes contextos e cenários, como tempo da empresa sob gestão familiar e ramo de atividade. Contribuições práticas – A partir desses resultados, as organizações sob gestão familiar podem identificar na profissionalização uma alternativa segura para a satisfação dos funcionários. Contribuições sociais – Ao identificar os efeitos, as organizações familiares que passam pelo processo de profissionalização, podem atuar na construção social de negociações e processos mais éticos e transparentes. Adicionalmente, diminuir a insatisfação, a falta de comprometimento e reduzir a rotatividade. Originalidade – Pelo nosso conhecimento, este é o primeiro estudo que relaciona os impactos causados pela transição da gestão familiar para a gestão profissional dentro de uma empresa familiar.


Descrição
Área do Conhecimento