The corrosive effect of credit: consumer experiences with over-indebtedness

Data
2021-08-17
Orientador(res)
Botelho, Delane
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

Esta tese de doutorado é composta por três artigos complementares. O primeiro artigo tem como objetivo revisar e avaliar sistematicamente a situação atual da pesquisa acadêmica sobre o superendividamento dos consumidores. Por meio de uma abordagem de revisão sistemática da literatura em periódicos listados na lista da ABS (Association of Business Schools) para artigos acadêmicos revisados por pares e escritos em inglês, eu desenvolvo uma análise abrangente e uma revisão integrativa do tema, sintetizando 144 artigos publicados em 80 periódicos em mais de 50 anos (de 1969 a 2019) nas disciplinas acadêmicas de economia, marketing, finanças, psicologia e ciências sociais. Eu também desenvolvo uma estrutura para organizar os temas da literatura, teorias e principais variáveis relacionadas ao superendividamento do consumidor. O artigo consolida o conhecimento existente sobre o tema, identifica padrões gerais, inconsistências e áreas pouco pesquisadas, sugerindo uma agenda de pesquisa futura relevante para acadêmicos, profissionais do mercado e formuladores de políticas públicas. Examinando o contexto de superendividamento do consumidor, o segundo artigo tem como objetivo compreender como os consumidores perdem o controle e vivenciam a materialização de riscos vertiginosos. Para abordar essa área pouco estudada na pesquisa de consumo, examino as narrativas e experiências vividas por consumidores superendividados, que acessei por meio de um estudo qualitativo realizado no Brasil, usando múltiplos conjuntos de dados. Os resultados do estudo revelam as experiências do consumidor quando o crédito e a dívida se tornam altamente disfuncionais e, ao mesmo tempo, desvendam a trajetória de queda que afeta a identidade do consumidor. Esses resultados lançam luz sobre as experiências de consumidores que são arrasados pela materialização dos riscos e experimentam de forma não intencional a posição estigmatizada de estarem superendividados. Estudando a relação entre credores e devedores no contexto de superendividamento do consumidor, o terceiro artigo tem como objetivo compreender o processo e a dinâmica de deterioração da relação do consumidor com a marca ao longo do tempo, por meio de um estudo qualitativo das narrativas de consumidores superendividados e suas experiências vividas nos relacionamentos com seus credores (e parceiros de relacionamento). Eu utilizo como fundamentos teóricos as teorias de relacionamento do consumidor com as marcas, a teoria do apego (attachment theory) e o modelo de apego-aversão (attachment-aversion model). Os resultados explicam por que e como o relacionamento consumidor-marca pode passar de um relacionamento positivo para um relacionamento negativo e problemático, indo do apego à aversão. Este estudo contribui com insights para melhores práticas de gestão e políticas públicas que busquem evitar o superendividamento do consumidor e a deterioração da relação dos consumidores com as marcas. Os resultados demonstram ainda a importância e o impacto do endividamento excessivo sobre os consumidores, as empresas e a sociedade e trazem argumentos para uma comercialização mais responsável do crédito e das dívidas.


Descrição
Área do Conhecimento