Propensão à venda do investidor brasileiro: uma análise experimental

Resumo

Este artigo analisa o efeito disposição por meio de uma abordagem experimental com profissionais de mercado e estudantes de graduação, cujos experimentos se enquadram na opção de um framed field experiment. O objetivo é analisar o comportamento em decisões de investimentos por meio da propensão desses individuos em realizar vendas, conforme Kaustia (2010); e da análise do coeficiente de disposição, conforme Odean (1998). Como resultados, os profissionais não possuíram seu comportamento de venda explicado pelas variações dos retornos, diferentemente dos estudantes, que apresentaram um comportamento de venda de ativos coerente com a literatura do efeito disposição.


Descrição
Área do Conhecimento