O teletrabalho no poder judiciário brasileiro: ganhos para tribunais e sociedade? : as experiências de Santa Catarina e Amazonas

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2018-06-13
Orientador(res)
Kondo, Edson Kenji
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

Objetivo - O objetivo geral desta pesquisa foi verificar se o teletrabalho implementado em órgãos do Poder Judiciário brasileiro gera ganhos para tribunais e sociedade. Em seus objetivos específicos, o estudo pretendeu descrever as características e as peculiaridades do teletrabalho no âmbito do Poder Judiciário, bem como analisar a sua influência nos fatores de efetividade dos serviços judiciais. Metodologia – A pesquisa foi desenhada, em termos da sua estratégia de organização, como um método de estudo de casos múltiplos (análise de dois tribunais que implementaram programas de teletrabalho), bem como utilizou-se o modelo analítico dos autores KIM e MAUBORGNE (2005) para melhor descrever os tipos de ganhos identificados para tribunais e sociedade com a adoção dos programas de teletrabalho. Como estratégias para coleta e análise de dados utilizaram-se múltiplas fontes de evidências (entrevistas, análise dos relatórios dos projetos experimentais e Resoluções sobre o teletrabalho, observação participante e artefatos físicos), considerando a proposta de estudo de casos (YIN, 2015). Resultados – Os resultados mostraram que as evidências apontaram para a afirmação de que com a implementação de programas de teletrabalho em órgãos do Poder Judiciário brasileiro há ganhos para tribunais e sociedade. Limitações – Não houve aplicação do método quantitativo para mensuração das evidências identificadas, cuja pesquisa limitou-se a conhecer, por meio da pesquisa de campo (estudo de casos), de que forma o teletrabalho promove mudanças nos fatores de efetividade dos serviços judiciais. Contribuições práticas – A aplicabilidade da pesquisa se mostrou relevante, já que conseguiu demonstrar as implicações dos programas de teletrabalho nas ações e políticas dos tribunais pesquisados como importante instrumento de gestão e facilitador no sentido de contribuir para melhor eficiência dos órgãos do Poder Judiciário. Contribuições sociais – O estudo permitiu conhecer as práticas do teletrabalho e suas peculiaridades, desmistificando eventuais preconceitos contra servidores públicos que trabalham na nova metodologia de trabalho, realizado em casa (teletrabalho). Também demonstrou que, além da melhoria da qualidade de vida para o servidor, há um impacto direto nos fatores de efetividade dos serviços judiciais, contribuindo para um judiciário mais célere, produtivo e de maior acesso à justiça pela população. Originalidade – A abordagem do teletrabalho sob a perspectiva de geração de ganhos para tribunais e sociedade, por meio de seus reflexos nos fatores de efetividade dos serviços judiciais, representa um marco na literatura da temática do teletrabalho, representando um novo enfoque ao tratar do tema teletrabalho na administração pública, possibilitando abrir caminhos para futuras pesquisas e promissores estudos sobre o assunto.


Descrição
Área do Conhecimento