Trabalhadores do sal: organização sindical e lutas sociais nas salinas cabo-frienses – 1940/1974

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2020-12-15
Autores
Christovão, João Henrique de Oliveira
Orientador(res)
Santos, Ynaê Lopes dos
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

Esta tese analisa a história social dos trabalhadores do sal, homens e mulheres responsáveis pelo trabalho nas salinas em Cabo Frio, entre as décadas de1940 e 1970, período que cobre o ápice e a decadência da produção salineira fluminense. Particular atenção foi dada aos processos de constituição das identidades dos salineiros, com ênfase nas articulações entre classe, raça e gênero. A tese também destaca a presença dos trabalhadores salineiros no espaço público, enfatizando sua participação política e seu processo de organização sindical, especialmente relevante entre finais dos anos 1950e início dos 60. Ainda que a produção de sal que ocorria nos três municípios do entorno da Lagoa de Araruama tenha características semelhantes, a ênfase no município de Cabo Frio ocorre por ser ele o locus privilegiado de produção e comercialização do produto, bem como palco das principais lutas da categoria no período. Assim, a tese procura examinar o papel que esses trabalhadores ocuparam nas lutas por direitos políticos e trabalhistas, bem como na construção da cidade. Pretendemos que esse estudo seja igualmente uma contribuição no sentido de dar visibilidade a esse grupo social tão fundamental para o desenvolvimento da região, mas tão apagado na historiografia e na memória oficial local e nacional.


Descrição
Área do Conhecimento