O prêmio de risco na estrutura a termo da taxa de juros no Brasil

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2017-08-22
Orientador(res)
Ruilova Terán, Juan Carlos
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

Este trabalho propõe construir uma série histórica para o prêmio de risco do mercado de juros brasileiro e desenvolver um modelo capaz de explicá-lo. A construção dessa série será baseada nos estudos de Wright (2011) e Crump (2016), que utilizam pesquisas sobre as expectativas dos agentes econômicos para as principais variáveis macroeconômicas na estimação do prêmio de risco do mercado de juros de outros países. Após a análise desses estudos, foram estimados modelos de explicação para a diferença do prêmio de risco no mercado de juros brasileiro, em diferença com frequências semanais e mensais para diversas maturidades da curva de juros. Os resultados dessas estimações mostraram coeficientes de explicação ou determinação que variam de 15% a 59% e apontam que elevações no prêmio de risco do mercado de juros brasileiro se relacionam com aumentos no prêmio de risco e na expectativa de juros do mercado norte-americano, aumentos de 5 anos no Credit Default Swap brasileiro, depreciações na taxa de câmbio pronto real por dólar americano, elevações da volatilidade da expectativa de inflação e aumentos na volatilidade implícita do mercado de opções de juros e câmbio. Além disso, apresenta-se que o tipo de ciclo monetário (juros correntes em queda ou alta) também influencia o prêmio de risco.


Descrição
Área do Conhecimento