Submissão e autonomia: proposições acerca da posição de consumidores no Sistema de Mercado de Imóveis de Porto Alegre

Resumo

Para a disciplina de macromarketing, o resultado desejado de um sistema de mercado é a melhoria da qualidade de vida de seus participantes através de ações cooperativas, especialização e possibilidade de trocas voluntárias. Entretanto, os fluxos dos sistemas de mercado são moldados por seus agentes, que competem hierarquicamente, e, portanto, necessitam de regras de conduta e instituições balizadoras. O objetivo desse artigo é entender como a previdência de alguns agentes afeta a sua posição de submissão ou autonomia dentro do sistema de mercado e como isso é potencializado através das gerações. Para tanto, foi realizada pesquisa no mercado imobiliário de Porto Alegre, junto a moradores de diferentes bairros e contextos sociais. A coleta de dados combinou observação participante, entrevistas em profundidade e análise de material de divulgação de empresas do setor. Por fim, constatou-se que a diferença na preocupação de agentes com previdência, a disponibilidade de recursos dos agentes e a capacidade de ação estratégica destes geram posições relativas de submissão ou autonomia no sistema de mercado, além de potencializar o aumento da desigualdade social e a formação de sistemas de mercado paralelos.


Descrição
Área do Conhecimento