Inflação de 4,5% é muito, mas pode ser pouco