O gerenciamento de projetos em um Tribunal de Justiça: análise dos prazos dos projetos estratégicos 2010-2014

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2016-12
Orientador(res)
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

O presente artigo analisa a execução dos projetos estratégicos de um Tribunal de Justiça desenvolvidos na vigência do Plano Estratégico 2010-2014 e acompanhados pelo Escritório Corporativo de Projetos da instituição, a fim de identificar como os projetos atrasam e quais os motivos mais recorrentes. Pretende-se identificar as principais causas pelas quais os projetos estratégicos da instituição atrasam, bem como os pontos mais sensíveis na dinâmica da prática de gerenciamento de projetos da Organização. Analisaram-se 773 Relatórios de Acompanhamento de Projetos (RAPs) que foram produzidos mensalmente pelos respectivos gerentes ao longo da execução dos 66 projetos contidos no citado Plano Estratégico. O estudo é subsidiado por uma pesquisa bibliográfica embasada prioritariamente no Guia do Conhecimento em Gerenciamento de Projetos (Guia PMBOK) e além de outros autores de gerenciamento de projetos em Organizações Públicas. Para a análise dos dados, foram observadas as relações entre cumprimento de prazos, quantidades e progressos dos projetos, unidades envolvidas e motivos dos atrasos constantes nos Relatórios de Acompanhamento. Observou-se que 90% dos projetos apresentaram atrasos, envolvendo 12 unidades funcionais que desenvolveram projetos estratégicos. Sobre os motivos de desvios, os problemas relacionados ao gerenciamento das aquisições, do escopo e das partes interessadas foram os mais recorrentes.


Descrição
Área do Conhecimento