Do burdens matter? Analyzing political participation, vulnerable citizens, and digitized interactions

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2023-09-29
Orientador(res)
Peci, Alketa
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

O objetivo desta tese é contribuir para o avanço da literatura sobre as barreiras no processo de votação, analisando especificamente soluções públicas que empregam tecnologias algorítmicas e digitais, e outras estratégias de mitigação de barreiras, como transporte gratuito no dia da eleição. O primeiro artigo da tese baseia-se nas literaturas sobre barreira administrativa e capacidade estatal para descobrir como os aplicativos digitais podem fornecer uma solução acessível em países em desenvolvimento para mitigar as dificuldades dos cidadãos com o registro eleitoral e a votação. A estratégia empírica utilizada foi um experimento de campo baseado em pesquisa com cidadãos vulneráveis e de difícil acesso, que não têm endereço formal em uma favela brasileira. O segundo artigo desenvolveu uma nova escala para medir as barreiras dos cidadãos por meio da interação digitalizada quando solicitaram o auxílio emergencial. Partindo de escalas validadas anteriormente aplicadas a beneficiários em grupos do Facebook, foi possível construir uma nova escala validada para medir as barreiras administrativas digitais. O terceiro artigo examinou uma política real implementada que visava reduzir os custos de transporte de votação nas eleições presidenciais de 2022, denominada Passe Livre. O objetivo era examinar como as barreiras administrativas afetam a decisão das pessoas de votar e como mitigar essas dificuldades aumenta a probabilidade de comparecimento dos eleitores. Agregando os dados de todos os eleitores brasileiros no nível municipal, não foi possível encontrar nenhum efeito. No geral, esses três artigos se complementam ao demonstrar que os custos importam para a participação política, mas diminuir esses custos pode não levar a um maior comparecimento. Além disso, a digitalização pode oferecer uma solução importante para estados com capacidade limitada, mas também pode significar um fardo adicional para alguns grupos de cidadãos. E, finalmente, os custos têm várias dimensões negligenciadas que devem ser reconhecidas quando se trata de interações digitalizadas. Esta tese contribui para a compreensão das interações cidadão-estado, design e implementação de políticas públicas, digitalização e uso de algoritmos, e determinantes da participação política.


Descrição