O som que o documento tem: o podcast da web 2.0 ao princípio monográfico

Data
2018
Orientador(res)
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

O presente artigo, a partir do método bibliográfico, discute as relações de apropriação e uso do podcast na pesquisa biblioteconômico-informacional. Para isto, o movimento teórico procura, primeiramente, identificar as margens de definição do podcast e seu contexto em meio à chamada web 2.0, incluindo sua origem etimológica, seu conceito, seu decurso histórico. No plano empírico, o estudo adota a condição do podcast na Library of Congress como modelo para as discussões contemporâneas emergentes sobre o fenômeno. No plano teórico, a discussão encontra na noção de “princípio monográfico” de Paul Otlet as margens epistemológico-históricas de compreensão do papel do podcast, como conceito e ferramenta, no escopo do pensamento biblioteconômico-informacional.O presente artigo, a partir do método bibliográfico, discute as relações de apropriação e uso do podcast na pesquisa biblioteconômico-informacional. Para isto, o movimento teórico procura, primeiramente, identificar as margens de definição do podcast e seu contexto em meio à chamada web 2.0, incluindo sua origem etimológica, seu conceito, seu decurso histórico. No plano empírico, o estudo adota a condição do podcast na Library of Congress como modelo para as discussões contemporâneas emergentes sobre o fenômeno. No plano teórico, a discussão encontra na noção de “princípio monográfico” de Paul Otlet as margens epistemológico-históricas de compreensão do papel do podcast, como conceito e ferramenta, no escopo do pensamento biblioteconômico-informacional.


Descrição
Área do Conhecimento