Processo de sucessão em pequenas e médias empresas familiares

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2022-09-01
Orientador(res)
Faria, Alexandre de A.
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

Objetivo – O objetivo geral do estudo é descrever o processo sucessório nas cinco organizações familiares investigadas, com os seguintes objetivos específicos que delineiam a fase analítica do estudo para identificar as formas de gestão, analisar os casos de sucessão em cinco empresas na pequena área do estado do Rio de Janeiro, descrever as etapas da sucessão familiar com base no caso estudado, comparar os modelos sucessórios de diversos autores e o processo sucessório encontrado nas empresas visitantes e desenvolver um modelo de sucessão para as empresas visitadas. Metodologia – O presente trabalho é um estudo descritivo que utilizará métodos qualitativos e análise de evidências. É baseado em entrevistas semiestruturadas com fundadores e seus sucessores de cinco organizações familiares que vivenciaram ou estão em processo de sucessão. Resultados – A sucessão ocorre a partir do momento em que a organização familiar muda fundamentalmente seus negócios para atuar em mercado mais competitivo. Torna-se necessário um perfil de gestor mais educado, com visão mais granular do mercado e capacidades de aprender adaptar à concorrência mais intensa e às constantes mudanças do mercado. Observamos a inexistência de um plano formal de sucessão, visto que a maioria inicia a carreira na adolescência, e de ajuda externa no processo sucessório, mencionado como potencialmente útil na sucessão familiar. Limitações – Dentre as limitações do método por meio de entrevistas com fundadores e sucessores, destaca-se que nas empresas todas foram exitosas na sucessão, seria interessante ter casos opostos. Outra limitação é o número reduzido de empresas analisadas em relação às empresas existentes no Estado do Rio de Janeiro. Aplicabilidade do trabalho – Diante dessas evidências encontradas nas empresas familiares entrevistadas, sugerimos que um sucessor exitoso, deve atentar para dois pontos básicos: Primeiro, a preparação (planejamento) do sucessor, e a formação que envolve conhecimento em sua empresa. Em todos os processos, ele indicará se possui as habilidades (incluindo sua formação) e capacidade para sucedê-lo. Segundo, a transparência deve acontecer nesse processo, dado o resultado do processo de preparação (planejamento) da sucessão, o que acontecer indicará quem será seu sucessor. Contribuições para a sociedade – Apesar de suas formações respectivas nas mais diversas áreas da empresa, não existe um plano formal de sucessão, pois a maioria inicia a carreira na adolescência. Nenhuma das empresas entrevistadas teve ajuda externa no processo sucessório, mas alguns entrevistados mencionaram que pode ser muito útil na sucessão familiar. Originalidade – Há diversos estudos que envolvem a sucessão nas empresas familiares, porém a pesquisa oferece uma perspectiva diferente para leitura levando em conta não apenas as experiências dos entrevistados como também a percepção do autor sobre eles.


Descrição