O coaching de executivos como estratégia de aprendizagem para a gestão

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2011-08-29
Orientador(res)
Araujo, Luis Cesar G. de
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

Este estudo fenomenológico foi desenvolvido com o propósito de ampliar a pesquisa empírica sobre como a aprendizagem ocorre para clientes de coaching executivo. Embora o coaching tenha se popularizado nos Estados Unidos e na Europa na década de 1990, o uso dessa tecnologia no Brasil é ainda recente. Este estudo objetivou contribuir para o aumento da literatura ao explorar o coaching de executivos pela ótica da aprendizagem de adultos e verificar, a partir da perspectiva dos clientes, como ocorreu a vivência da aprendizagem. Na perspectiva de aprendizagem para a gestão, o arcabouço conceitual envolveu dois campos de conhecimento: o coaching executivo e a aprendizagem de adultos. A interseção desses constructos representa o enfoque central da investigação empreendida: como os clientes de coaching executivo descrevem suas experiências de aprendizagem. O resultado desse enlace teórico foi contrastado com as competências da gestão, resultantes do estudo de Mintzberg sobre o dia a dia da gestão. A coleta de dados foi orientada por metodologia qualitativa por meio de entrevistas presenciais e em profundidade com 19 participantes. Os registros das experiências pessoais de aprendizagem de cada cliente de coaching executivo foram transcritos e analisados. Os seguintes grupos de análise foram identificados: Motivadores do Engajamento, Conteúdo da Aprendizagem, Processo de Aprendizagem, Presença do Coach no Apoio à Aprendizagem e Impacto na Gestão. A partir dos achados, cinco conclusões são apresentadas, corroborando estudo anterior, e adicionam evidências sobre a aprendizagem oriunda do coaching executivo e seu impacto na gestão: 1) no processo de coaching, as motivações para a adoção da tecnologia requerem análise e critério; 2) a motivação para a aprendizagem vem do cliente, em vez do coach; sendo a experiência de aprendizagem dirigida pelo cliente; 3) por meio de reflexão e ação, os clientes de coaching criam significados para suas experiências e podem rever ou expandir suas perspectivas de mundo, de uma situação ou de si mesmos; 4) o relacionamento de coaching é profundo, baseado na confiança e no respeito mútuo, apoia o cliente para que ele reflita em segurança, crie sentido para suas experiências e aja; 5) os resultados de processos estruturados de coaching executivo impactam a gestão. São apresentadas recomendações com o intuito de contribuir para a expansão estruturada da tecnologia do coaching de executivos, a fim de beneficiar profissionais, organizações e a sociedade brasileira.


Descrição
Área do Conhecimento