O uso do Facebook como ferramenta de campanha eleitoral: estudo a partir do gênero, raça e perfil socioeconômico das candidaturas à Câmara Federal por São Paulo nas eleições de 2022

Resumo

O presente relatório tem por objetivo produzir um diagnóstico sobre a forma como diferentes grupos de candidaturas – considerando gênero, raça e perfil socioeconômico – utilizam as redes sociais como uma ferramenta de campanha. Como as candidaturas de mulheres e homens, pessoas negras e brancas com diferentes perfis socioeconômicos utilizaram o Facebook em suas campanhas eleitorais? Para responder esta pergunta, realizamos um levantamento automatizado de todas as postagens feitas pelas candidatas e candidatos em suas páginas do Facebook durante o período da campanha eleitoral de 2022, a fim de avaliar (i) acesso à página durante o período de campanha, (ii) intensidade de publicações, (iii) foco das postagens (porcentagem de publicações de campanha em relação ao total de publicações), (iv) realização de impulsionamento de publicações, (v) quantidade número de impulsionamentos feitos; e (vi) criatividade das postagens. As análises apresentadas demonstram que, apesar de haver um uso bastante disseminado do Facebook durante as campanhas, ainda é possível perceber desigualdades de raça e gênero, tanto no acesso à ferramenta, quanto em seu uso mais qualificado.


Descrição
Área do Conhecimento