Impacto do Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) no fluxo de caixa e valor das empresas de educação

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2021-01-03
Orientador(res)
Santos, Edilene Santana
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) teve um papel importante no crescimento do ensino superior no Brasil nos últimos anos, gerando um debate sobre a atuação do Estado no financiamento da educação superior e seus reflexos no crescimento das instituições de ensino privadas. Nesse contexto, este trabalho tem por objetivo investigar o impacto (FIES) nos resultados financeiros das empresas de educação listadas na B3. São efetuadas duas análises complementares: a primeira consiste no cálculo e análise do fluxo de caixa operacional do FIES e outros indicadores financeiros das operações de educação superior, e a segunda abrange uma análise de dados em painel para avaliar a relação entre o FIES e o valor de mercado dessas empresas. Os resultados indicam uma geração de 14 bilhões de caixa operacional para essas empresas entre 2010 e 2019, os quais foram essenciais para a forte consolidação do setor e a criação de grandes grupos educacionais, que tiveram um crescimento acima da média das empresas brasileiras de 2010 a 2015 e um crescimento recorde na bolsa de valores. A participação do FIES na geração de caixa dessas empresas representou 66% de toda a geração de caixa operacional do período, sendo que algumas das empresas chegaram a apresentar uma relação de mais de 90% em alguns anos. Os resultados também indicaram que a Receita FIES é uma das variáveis mais relevantes para explicar as variações no valor de mercado dessas empresas em todos os modelos analisados, corroborando o impacto significativo desse programa governamental na geração de riqueza para as instituições de ensino privadas.


Descrição
Área do Conhecimento