Crescimento e comportamento multissetorial: uma abordagem global VAR para o Brasil

Data
2018-02-05
Orientador(res)
Marçal, Emerson Fernandes
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

O objetivo deste trabalho é analisar o comportamento dos setores da economia brasileira, por meio do nível de atividade e do nível de emprego, observando a inter-relação entre eles, a propagação de choques e seus impactos no crescimento. Choques podem advir de variáveis exógenas ao sistema nacional ou dos próprios setores (spillovers). As respostas a esses choques podem ocorrer de forma heterogênea entre os subsetores, assim como a própria dissipação desses choques. Essa dinâmica depende do grau de interligação entre os setores, bem como a relação desses com o resto do mundo. Para tanto, será usada a metodologia de Vetor Autorregressivo Global (Global Vector Autoregressive - GVAR), com dados trimestrais de 1998 a 2016. Por meio de análises dos coeficientes, de resposta ao impulso e de projeções condicionadas, chega-se a resultados que demostram a dinâmica de interligação entre os subsetores, bem como os impactos que eles têm no crescimento da economia brasileira. Subsetores mais representativos tendem a ter maior impacto, tanto no nível de atividade como no nível de emprego. Contudo, alguns subsetores que não são tão representativos também registraram impactos significativos nessas variáveis.


Descrição
Área do Conhecimento