Desenvolvimento do mercado financeiro brasileiro e seus impactos na desigualdade social e na pobreza

Arquivos
Data
2018-08-09
Orientador(res)
Weller, Leonardo
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

Esse trabalho busca estudar a relação entre o recente desenvolvimento do mercado financeiro brasileiro e seus possíveis impactos na distribuição de renda e na pobreza. Para isso, o estudo se baseou no Índice de Gini de todos os Estados da Federação e sua influência por duas óticas de expansão do mercado financeiro: (i) evolução dos créditos dados às Pessoas Físicas e Jurídicas em cada Estado de 2004 a 2014; e (ii) evolução do Crédito Privado e de M3 ponderados pelo PIB de Intermediação Financeira de cada Estado de 1995 a 2009. Tais dados foram trabalhados em regressões dissociadas utilizando Dados em Painel por Método dos Mínimos Quadrados Ordinários, assim como foram realizados Testes de Robustez utilizando o Método dos Momentos Generalizados. Adicionalmente, foram feitas as mesmas abordagens para se analisar o impacto dessas variáveis financeiras no percentual da população abaixo da linha da pobreza, bem como na participação dos 20% mais pobres sobre a renda total. Em grande parte dos resultados obtidos, as variáveis financeiras tiveram impacto significativo nas variáveis sociais exploradas de forma a, eventualmente, reduzir a concentração de renda, reduzir a população abaixo da linha da pobreza e aumentar a renda dos 20% mais pobres.


Descrição
Área do Conhecimento