Os efeitos da pandemia da COVID-19 na cadeia de suprimentos: um estudo de caso do setor supermercadista brasileiro sob a perspectiva de uma rede varejista

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2020-08-26
Orientador(res)
Vasconcellos, Luís Henrique Rigato
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

O ano de 2020 foi marcado pelo impacto da pandemia da COVID-19 em toda a sociedade mundial. A doença, que teve o primeiro registro em meados de novembro de 2019, na cidade de Wuhan, na República Popular da China, em pouco mais de cinco meses já havia se proliferado em todo o mundo, sendo declarada na categoria de pandemia pela OMS em março de 2020. A partir desse momento, a pandemia mudou a rotina de toda a sociedade e passou a impactar, de forma disruptiva, as cadeias de abastecimento. Este trabalho aplicado se propõe a compreender, por meio de um estudo de caso único, os efeitos da pandemia da COVID-19 na cadeia de suprimentos e seus desdobramentos no contexto real. A organização estudada é uma conceituada rede multinacional do setor varejista, consolidada no mercado brasileiro há mais de 30 anos e com presença em todos os estados do País. Os dados foram coletados por meio de entrevistas em profundidade, além de consultas a documentos e reportes financeiros cedidos pela organização em questão. O resultado do estudo demonstrou que os efeitos da pandemia alteraram de forma abrupta o perfil de consumo, gerando um profundo desequilíbrio entre oferta e demanda e, consequentemente, causando uma perturbação sem precedentes na cadeia de abastecimento. Dado esse cenário, as organizações tiveram que reconfigurar radicalmente suas estruturas e seus processos para mitigar os efeitos da pandemia. Nesse contexto, a Gestão de Risco demonstrou ser uma “arma” poderosa para tornar as organizações e as cadeias de abastecimento mais resilientes frente a eventos adversos.


Descrição
Área do Conhecimento